Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

Candidaturas InAlentejo

ATÉ 31 DE MARÇO!

Saiba mais sobre todas estas tipologias de investimento disponíveis.

Contacte-nos: marketing@qualitividade.pt ou 800 10 24 20
Se preferir basta preencher diretamente o Formulário de Contacto

 

Património Cultural

PARA QUE SERVE

– Conservação, restauro, valorização ou reabilitação de monumentos, conjuntos e sítios arqueológicos, classificados ou vias de classificação nos termos legais em vigor, associáveis ou não a um território envolvente específico;
– Criação de centros interpretativos de património cultural e criação, remodelação e instalação de serviços de apoio ao visitante;
– Realização de programas de animação do património cultural, criação de circuitos ou roteirosde património associados a redes de cooperação e organização de bens patrimoniais culturais em rede;

– Valorização, sensibilização, divulgação e promoção do património cultural móvel, imóvel, imaterial e oral que contribuam para o acréscimo de públicos.

INCENTIVOS

70% ou 85% a fundo perdido. Este última taxa aplica-se aos municípios.

PÚBLICO-ALVO

a) Os Organismos nacionais e regionais da Secretaria de Estado da Cultura;
b) Os Municípios;
e) As fundações, associações e outras entidades sem fins lucrativos que prossigam fins culturais;
f) Outras entidades da administração central e instituições sem fins lucrativos que detenham à sua guarda património imóvel, ou móvel, classificado ou em vias de classificação, ou que tutelem museus da RPM.

Nota: Para além destas condições genéricas poderão existir outras condicionantes específicas para cada uma das linhas de incentivo.

PRAZO

31 de Março

Valorização e Qualificação Ambiental

PARA QUE SERVE

– Requalificação ambiental e reabilitação natural;

– Estudos e relatórios técnicos sobre temas diretamente ligados à avaliação, monitorização e qualificação ambiental

INCENTIVOS

70% ou 85% a fundo perdido. Este última taxa aplica-se aos municípios.

PÚBLICO-ALVO

a) Os Organismos nacionais e regionais da Secretaria de Estado da Cultura;
b) Os Municípios;
e) As fundações, associações e outras entidades sem fins lucrativos que prossigam fins culturais;
f) Outras entidades da administração central e instituições sem fins lucrativos que detenham à sua guarda património imóvel, ou móvel, classificado ou em vias de classificação, ou que tutelem museus da RPM.

Nota: Para além destas condições genéricas poderão existir outras condicionantes específicas para cada uma das linhas de incentivo.

PRAZO

31 de Março

Equipamentos para a Coesão Local

PARA QUE SERVE

– Equipamentos polivalentes e adaptáveis a actividades físico e complementares aos equipamentos sociais, nomeadamente, equipamentos polivalentes e adaptáveis a actividades físico desportivas não formais;
– Equipamentos de Base Formativa (sem bancadas fixas para espetadores);
– Equipamentos públicos específicos vocacionados para a promoção de serviços, atividades e recursos.

INCENTIVOS

70% ou 85% a fundo perdido. Este última taxa aplica-se aos municípios.

PÚBLICO-ALVO

a) Municípios;
b) Outras entidades públicas ou privadas declaradas de utilidade pública que tenham como objeto principal a intervenção em causa, mediante protocolos ou outras formas de cooperação com os Municípios ou a Administração Central.

PRAZO

31 de Março

 

Reabilitação Urbana

PARA QUE SERVE

● Qualificação do espaço público;
● Qualificação do ambiente urbano;
● Equipamentos públicos de apoio e promoção do desenvolvimento económico;
● Equipamentos públicos de apoio ao desenvolvimento social e de promoção da inclusão social;
● Equipamentos públicos de promoção e dinamização do desenvolvimento cultural;
● Ações inovadoras de gestão do espaço público e edificado;
● Renovação ou substituição de habitações de comunidades marginalizadas.

INCENTIVOS

80% ou 85% a fundo perdido. Este última taxa aplica-se aos municípios.

PÚBLICO-ALVO

a) Municípios;
b) Fundações e Associações sem Fins Lucrativos.

PRAZO

31 de Março

Requalificação da Rede Escolar do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar

PARA QUE SERVE

Ampliação, requalificação e conservação de escolas destinadas ao 1º ciclo do ensino básico e dos estabelecimentos de educação pré-escolar.

INCENTIVOS

70% ou 85% a fundo perdido. Este última taxa aplica-se aos municípios.

PÚBLICO-ALVO

Os municípios integrados na área correspondente à NUTS II, que disponham de Carta Educativa devidamente homologada pelo Ministério da Educação.

PRAZO

31 de Março

Infraestruturas e Equipamentos Desportivos

PARA QUE SERVE

Equipamentos de Base:
Equipamentos de dimensões adequadas quer ao treino e formação desportivos quer à competição regional e local e que devem ser concebidos para funções desportivas polivalentes permitindo flexibilidade na sua utilização. Envolve a modernização, recuperação, adaptação e construção de infraestruturas desportivas, isolados ou em conjunto, de acordo com as suas características próprias, como Grandes Campos de Jogos e Pistas de Atletismo, desde que adequadas a uma prática desportiva permanente.

INCENTIVOS

75% ou 85% a fundo perdido. Este última taxa aplica-se aos municípios.

PÚBLICO-ALVO

Municípios

PRAZO

31 de Março