Linhas de Apoio Criatividade | Qualitividade - Consulting Group
Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

Linhas de Apoio Criatividade

Saiba mais sobre todas estas tipologias de investimento disponíveis.

Contacte-nos: marketing@qualitividade.pt ou 800 10 24 20
Se preferir basta preencher diretamente o Formulário de Contacto

 

Apoio ao Desenvolvimento de Vídeojogos

FECHADO

PARA QUE SERVE 

Jogos de vídeo digitais destinados a exploração comercial

Entre 10.000 e 50.000 euros para desenvolvimento do conceito de um jogo funcional

INCENTIVOS

Entre 10.000 e 150.000 para o desenvolvimnto do projeto – protótipo funcional

PÚBLICO-ALVO

Empresas de produção de videojogos com experiência comprovada

PRAZO

28 de Março

Apoio ao Alargamento de Audiências

PARA QUE SERVE

  • Cultura Cinematográfica: projetos que forneçam mecanismos para uma melhor cooperação entre as iniciativas de desenvolvimento da cultura cinematográfica na Europa.
  • Eventos de Alargamento de Audiências:
  • Programação de filmes europeus não nacionais importantes e de sucesso em várias plataformas de distribuição
  • Realização de atividades de promoção (divulgação através do efeito de passa-palavra)

INCENTIVOS

60% dos custos elegíveis

PÚBLICO-ALVO

  • As ações de cultura cinematográfica requerem pelo menos 3 parceiros no domínio do desenvolvimento de cultura cinematográfica, provenientes de 3 territórios diferentes e que abranjam no mínimo 3 línguas diferentes.
  • Os eventos podem ser executados por uma única entidade ou por uma parceria

PRAZO

28 de Março

OBS

  • Cada projeto deve prever a inclusão de: 
  • Mínimo de 10 filmes, provenientes de pelo menos 5 países diferentes
  • Realização de um número significativo de eventos diferentes para exibição em pelo menos 5 territórios
  • Pelo menos 80% dos filmes deve estar nomeado para um prémio (cinema europeu, cinema nacional, óscares…)

Apoio a Fundos de Coprodução Internacionais

FECHADO

PARA QUE SERVE

  • Produção de longas-metragens cinematográficas, filmes de animação e documentários
  • Aplicação de uma estratégia de distribuição concreta em pelo menos 3 territórios

INCENTIVOS

80% dos custos elegíveis

PÚBLICO-ALVO

Fundos de Coprodução, ativos há pelo menos 1 ano que tenham como principal atividade coproduções internacionais.

PRAZO

21 de Março

OBS

Cada projeto deve prever a inclusão de:

  • Mínimo de 10 filmes, provenientes de pelo menos 5 países diferentes
  • Realização de um número significativo de eventos diferentes para exibição em pelo menos 5 territórios

Pelo menos 80% dos filmes deve estar nomeado para um prémio (cinema europeu, cinema nacional, óscares…)

Apoio à Formação

FECHADO

PARA QUE SERVE

Formação nos seguintes domínios:

  • Alargamento das audiências, desenvolvimento, comercialização distribuição e exploração
  • Gestão financeira e comercial
  • Desenvolvimento e produção de obras
  • Oportunidades e desafios da passagem à era digital

INCENTIVOS

Ações europeias:  60% dos custos elegíveis
Ações internacionais: 80% dos custos elegíveis

PÚBLICO-ALVO

Empresa Privadas, Organizações sem Fins Lucrativos, Associações, Organizações de Beneficiência, Fundações, Autarquias

PRAZO

23 de Março

Apoio ao Acesso aos Mercados

PARA QUE SERVE

Promoção do acesso dos dos profissionais do setor audiovisual a manifestações comerciais, mercados audiovisuais profissionais e de utilização de ferramentas comerciais em linha
Atividades de promoção/divulgação de filmes

INCENTIVOS

Ações europeias:  60% dos custos elegíveis
Ações internacionais: 80% dos custos elegíveis

PÚBLICO-ALVO

Empresa Privadas, Organizações sem Fins Lucrativos, Associações, Organizações de Beneficiência, Fundações, Autarquias

PRAZO

1ª fase : 7 de Março

2ª fase: 6 de Junho

Apoio à distribuição de filmes europeus não nacionais – sistema de apoio automático»

PARA QUE SERVE

A criação de um fundo potencial, proporcional ao número de entradas vendidas durante o período de referência (2013) para filmes europeus não nacionais nos países participantes no subprograma MEDIA, até um limite máximo por filme, modulado em função dos países.
Reinvestimento: o fundo potencial assim criado por cada empresa deve ser reinvestido no seguinte:

  • Módulo 1. Coprodução de filmes europeus não nacionais;
  • Módulo 2. Aquisição de direitos de distribuição, por exemplo mediante garantias mínimas, de filmes europeus não nacionais; e/ou 
  • Módulo 3. Custos de edição (tiragem de cópias, dobragem e legendagem), de promoção e de publicidade de filmes europeus não nacionais.

INCENTIVOS

40%, 50% ou 60% dos custos totais elegíveis, dependendo da nacionalidade do filme e do território de distribuição

PÚBLICO-ALVO

Distribuidores cinematográficos europeus

PRAZO

Criação de Fundo: 30 de Abril

Reinvestimento: 31 de Julho de 2015

 

Apoio à distribuição de filmes europeus não nacionais – sistema de vendas»

PARA QUE SERVE

A criação de um fundo potencial, que será calculado em função das vendas internacionais da empresa no mercado europeu durante o período de referência (2009-2013).
O reinvestimento do fundo potencial assim criado por cada empresa:

  • Módulo 1. garantias mínimas ou adiantamentos pagos pelos direitos de venda internacionais de novos filmes europeus não nacionais.
  • Módulo 2. promoção, comercialização e publicidade no mercado de novos filmes europeus não nacionais apresentados.

INCENTIVOS

50% ou 60% dos custos totais elegíveis, dependendo do tipo de reinvestimento

PÚBLICO-ALVO

Empresas europeias que atuem como agentes intermediários dos produtores, especializadas na exploração comercial de filmes através da comercialização e concessão de licenças aos distribuidores ou outros compradores tendo em vista a sua difusão no estrangeiro

PRAZO

Criação de Fundo: 18 de Junho

Reinvestimento: 1 de Março de 2016

 

Apoio à distribuição transnacional de filmes europeus – sistema de apoio seletivo

PARA QUE SERVE

Campanhas de distribuição de filmes europeus não nacionais, apresentadas por um grupo elegível de pelo menos sete distribuidores, coordenados pelo agente de vendas do filme

INCENTIVOS

Entre 2.800€ e 150.000€ em função do número de salas abrangidas

PÚBLICO-ALVO

Distribuidores cinematográficos europeus

PRAZO

1ª fase: 28 de Fevereiro – FECHADA

2ª fase: 2 de Julho

Apoio ao desenvolvimento de projetos individuais e slate

FECHADA

PARA QUE SERVE

Atividades de desenvolvimento para as seguintes obras audiovisuais:

  • Longas-metragens cinematográficas, filmes de animação e documentários criativos, destinados principalmente a exibição em sala 
  • Filmes dramáticos, filmes de animação e documentários criativos, destinados principalmente a exploração televisiva ou em plataformas digitais.

INCENTIVOS

A participação financeira máxima que pode ser concedida a projetos individuais é um montante único de:
– 60 000 EUR no caso de filmes de animação
– 25 000 EUR no caso de documentários criativos
– 50 000 EUR no caso de obras de ficção se o orçamento de produção estimado for igual/superior a 1,5 milhões de euros
– 30 000 EUR no caso de obras de ficção se o orçamento de produção estimado for inferior a 1,5 milhões de euros.

A participação financeira máxima que pode ser concedida para slate funding varia entre 70 000 e 200 000 euros.

PÚBLICO-ALVO

Empresas de Produção Audiovisual

PRAZO

Projetos Individuais: 28 de Fevereiro ou 6 de Junho

Slate Funding:  28 de Março

OBS

Pode ser atribuído financiamento a projetos individuais ou a um conjunto de 3 a 5 projetos (slate funding).

Apoio a festivais de cinema

PARA QUE SERVE

Festivais audiovisuais

INCENTIVOS

Entre 19 000 EUR e 75 000 EUR em função do número de filmes europeus na programação

PÚBLICO-ALVO

Empresa Privadas, Organizações sem Fins Lucrativos, Associações, Organizações de Beneficiência, Fundações, Autarquias

PRAZO

1ª fase: 28 de Fevereiro – FECHADA

2ª fase: 4 de Julho

Apoio à programação televisiva de obras audiovisuais europeias

PARA QUE SERVE

Produções televisivas europeias independentes (ficção, animação ou documentários criativos) em que participem pelo menos três empresas de radiodifusão de vários Estados-Membros da União Europeia ou de países participantes no programa.

INCENTIVOS

  • Para as categorias de drama e animação: até 500 000 euros ou 12,5 % dos custos elegíveis totais, consoante o valor que for mais baixo
  • Pode ser solicitado um montante máximo de 1 000 000 de euros apenas no caso de séries televisivas dramáticas coproduzidas, com um orçamento de produção elegível de pelo menos 10 000 000 de euros
  • Para os documentários criativos: até 300 000 euros ou 20 % dos custos elegíveis totais, consoante o valor que for mais baixo.

PÚBLICO-ALVO

Empresas de Produção Audiovisual

PRAZO

1ª fase: 28 de Fevereiro – FECHADA

2ª fase: 13 de Junho