Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

«PORTUGAL TEM TUDO PARA LIDERAR O CRESCIMENTO VERDE»

16 Set Noticias
«PORTUGAL TEM TUDO PARA LIDERAR O CRESCIMENTO VERDE»
 

«Portugal tem tudo para liderar o crescimento verde», afirmou o Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, na apresentação do Compromisso para o Crescimento Verde, que agora entre em consulta pública, em Lisboa.

Lembrando que «há cerca de seis meses, foi apresentada a Coligação para o Crescimento Verde com a presença do Primeiro-Ministro», o Ministro acrescentou que, então, «o objetivo era perspetivar um modelo de desenvolvimento para o crescimento sustentável com metas quantificadas, para além de uma legislatura».

«Com a conclusão do memorando de entendimento, era necessário estabelecer uma centralidade que conciliasse a sustentabilidade com a competitividade», explicou Jorge Moreira da Silva, sublinhando que «o crescimento verde se associa à política industrial e ao ambiente».

Referindo-se ao compromisso para o crescimento verde, o Ministro afirmou que «existem três razões para priorizarmos este setor»:

-Novos desafios globais – resultantes da pressão demográfica sobre os recursos naturais. Atualmente, o País tem uma dependência energética face ao exterior de 72%;

– Política climática – Portugal é o 3.º melhor país do mundo nesta área, embora esteja, simultaneamente, sob um grande risco, devido à erosão costeira;

– Economia verde – o crescimento verde como oportunidade económica, já que este é um setor que cresce à média de 4% ao ano e representa 2,5% do PIB europeu. No futuro, a procura de bens e serviços transacionáveis nesta área deverá disparar, pois o emprego verde aumentou 20% na Europa e 7,3% em Portugal, sendo impermeável aos efeitos da crise.

«Não há muitos sectores num mundo que cresçam ao ritmo do crescimento verde» realçou Jorge Moreira da Silva, lembrando que «este é um documento do Governo, embora liderado pelo Ministério do Ambiente, que assenta em quatro metas principais»:

– Assegurar o crescimento económico nos sectores verdes;

– Criar novos padrões de consumo e de produção mais eficientes, do ponto de vista energético;

– «Esverdear» todos os sectores económicos, privilegiando uma vertente sustentável;

Colocar Portugal numa posição de liderança mundial no crescimento verde.

Com 13 objetivos, não apenas para esta legislatura, mas também para 2020 e para 2030, o compromisso para o crescimento verde lista 83 iniciativas agrupadas sob 10 pilares distintos: água, resíduos, agricultura e floresta, energia, transportes, indústrias extrativas, biodiversidade, cidades e território, mar e turismo. (…)

fonte Site Governo de Portugal